Início » Treinamento com especialistas » Conheça os especialistas

Conheça os especialistas

por Juliana Gatti

Aldo Nascimento Cruz

Conselheiro e voluntário do Parque Ibirapuera Conservação há 5 anos, Aldo possui formação em jardinagem pela Escola de Jardinagem do Parque Ibirapuera e é criador do projeto e orientador das caminhadas monitoradas do PIC. Paulistano, graduado em Administração de Empresas pela FEA-USP, mais de 35 anos de experiência como profissional de Recursos Humanos, com ênfase em projetos e programas de Remuneração, Carreira e Desenvolvimento de Pessoas, tendo atuado como Executivo em empresas nacionais e multinacionais e como Consultor Líder em empresa internacional de consultoria.

Anthony Bevilacqua

Voluntário no PIC, Anthony foi guarda do NPS, agência dos Parque Nacionais dos EUA. Por 9 anos, criou e desenvolveu vários programas interpretativos para os parques.  Trabalhou em dois parques nacionais no sul da Califórnia e ajudou a abrir um novo escritório comunitário no centro de Los Angeles, conectando o público com a natureza e o ar livre. Como intérprete profissional, ajudou a desenvolver mapas interpretativos, planos e materiais interpretativos em todo o parque. Também conduziu treinamentos para a equipe do parque, focando nos métodos e habilidades na arte da interpretação

Carlos Fernando Delphim

Carlos Fernando é o autor do primeiro manual de intervenções em jardins históricos no Brasil. Foi membro-suplente da Comissão O Homem e a Biosfera da UNESCO e Conselheiro-Titular decano no Conselho Nacional do Meio Ambiente CONAMA como Representante do Ministério da Cultura. Engenheiro-arquiteto pela UFMG, contratado em 1977 para restaurar o Jardim Botânico do Rio de Janeiro, onde permaneceu até 1985, foi pioneiro na defesa dos jardins históricos no Brasil, passando a tratá-los como bens culturais segundo as normas internacionais de preservação. Criador do Programa Jardins Históricos na Fundação Nacional Pró-Memória (1985-1990).

Fernanda Araujo Curi, PhD

Doutora em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo e museóloga, Fernanda pesquisou a trajetória do Parque Ibirapuera na tese de doutorado “Ibirapuera, metáfora urbana. O público/privado em São Paulo (1954-2017)”.  Mestre em Museologia pela Reinwardt Academie (Amsterdã, 2009, bolsa NUFFIC). Atuou como Pesquisadora no Arquivo Histórico Wanda Svevo da Fundação Bienal de São Paulo, localizado no Parque Ibirapuera (2011–2018).

James Scavone

Conselheiro do Parque Ibirapuera Conservação, redator publicitário, empreendedor digital, ciclista, corintiano e pai de 2 meninos. James Scanove é um profundo conhecedor e pesquisados do valor símbolos do parque, significado das áreas e da potencialidade do parque como transformador da vidas das pessoas.

José Antonio Hoyuela, PhD

Conselheiro do Parque Ibirapuera Conservação, doutor e mestre em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de Valladolid. José Antonio é especialista em Planejamento e Projeto do Espaço Urbano, atuando principalmente com sistemas de informações geográficas, plano diretor, convenção europeia da paisagem, sustentabilidade e planejamento. Estou profundamente o Ibirapuera em 2017. Arquiteto Sênior, desde 1994, conta com a experiência de 20 anos na profissão. Atualmente trabalha como consultor do IPHAN e UNESCO nas Paisagens Cariocas, no Rio de Janeiro, Brasil.

Juliana Gatti Pereira Rodrigues

Conselheira do Parque Ibirapuera Conservação, mestre em Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável pela ESCAS – IPÊ. Juliana é pesquisadora na área de qualidade de vida e bem estar por meio do contato com a natureza na Unidade de Pediatria Integrativa do Instituto da Criança e Adolescente do HCFMUSP. Idealizadora do Instituto Árvores Vivas para Conservação e Cultura Ambiental, trabalha a 15 anos com ações de sensibilização e reconexão de crianças e sociedade com a natureza por meio de projetos de cunho cultural, ambiental e saúde. Idealizadora do Passeio Verde, metodologia vivencial de apreciação da natureza, aplicada desde 2007 em todo território nacional para mais de 20 mil pessoas.

Luiz de Campos Jr

Tem formação nas áreas das Ciências da Terra, Educação e Comunicação. Atuou como professor de Geografia, formador de educadores e pesquisador de metodologias didáticas. Trabalha com a temática dos “rios invisíveis” de São Paulo desde 1995, realizando pesquisas, coordenando cursos, oficinas e expedições. Conhece profundamente as questões das águas e bacias no entorno do parque. Em 2010 criou juntamente com o arquiteto José Bueno a iniciativa Rios e Ruas, para promover e inspirar múltiplas experiências para que milhões de pessoas descubram, vejam e queiram nossos rios limpos e livres.

Pedro Abib Cristales

Graduado e licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e mestre em Ciências, com ênfase em Oceanografia Biológica, pelo Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo – IO/USP, atuou alguns anos com pesquisa, realizando seu sonho de trabalhar com mamíferos marinhos. Após trabalhar na área acadêmica e também com exposições científicas, tomou gosto pelo ensino e resolveu focar na área da educação, sendo atualmente Professor de Ciências e Biologia no Colégio Presbiteriano Mackenzie Tamboré. Apaixonado pelo Parque, em 2012 comprou sua primeira câmera, e desde então vêm registrando as espécies de aves que lá habitam. Seu objetivo é mostrar a importância da avifauna local, transformando o olhar e a percepção do público.

Thobias Furtado

Cofundador do PIC e conselheiro do Parque Ibirapuera por 8 anos, Thobias conhece afundo o Ibirapuera e questões de governança do parque e espaços públicos urbanos. É um dos maiores especialistas em gestão de parques urbanos do pais.