Início » Equipamentos » Pavilhão Japonês

Pavilhão Japonês

por Redação

Dentro do parque existe um escondido e agradável recanto de calmaria. O Jardim Japonês foi entregue pela colônia japonesa no quarto centenário da cidade de São Paulo em 1954. O espaço até hoje é conhecido como “Pavilhão” Japonês por alguns, fazendo referencia a grande feira de inauguração do parque e seus respectivos Pavilhões. O Jardim Japonês faz parte do parque e segundo lei municipal 16.703/17, não pode ser cobrada a entrada para passear nas áreas verdes e abertas. A área é cuidada há décadas pela organização Bunkyo.

Além do jardim repleto de plantas e árvores ornamentais, identificadas com nome científico e país de origem, há no espaço uma linda construção inspirada no Palácio Katsura de Quioto onde você encontra uma pequena mostra da memória e cultura japonesa. Em exposição você verá peças de cerâmicas, trajes de guerreiros e outros objetos típicos desse povo que tem em São Paulo a maior colônia fora do Japão. Para visitar a exposição como a entrar na réplica do Palácio, a organização cobra um ingresso simbólico.

Pavilhao Japones. Fotos: Marcelo Iha

Na parte dos fundos da construção, há um popular lago repleto de carpas que pode ser contemplado e, quem tiver interesse, também pode alimentar os peixes com ração fornecida pelos funcionários.

Pavilhao Japones. Fotos: Marcelo Iha

INFORMAÇÕES:
Acesso: Portão 3 e 10 – Av. Pedro Álvares Cabral
Funcionamento: quarta, sábado, domingo e feriado
Horário: das 10h às 12h e das 13h às 17h
Preço: R$10 (inteira) e R$5 (meia)
Tel:. tel:(11) 5081-7296 e 3208-1755
E-mail: pavilhao@bunkyo.org.br

6 comentários

Da série “aonde levo minha amiga gringa”, versão São Paulo – E se a gente não voltasse… 7 de agosto de 2017 - 3:54 pm

[…] de andar despretensiosamente, ainda é possível visitar o Museu Afro, sempre surpreendente, e o Pavilhão Japonês (é melhor consultar a programação na internet, porque fica um pouco escondido). Soube que abriu […]

Responder
Blog RDC Férias 20 de setembro de 2017 - 2:29 pm

[…] Ibirapuera, na capital paulista, também é possível apreciar variedades de cerejeiras dentro do Pavilhão Japonês, onde encontram-se três tipos delas: Okinawa, Taiwan e Himalaia. Mesmo após o período da […]

Responder
Japanese culture in São Paulo - Your Easy way Today 13 de fevereiro de 2019 - 11:06 pm

[…] by Kyoto’s Katsura Palace, the Pavilhão Japonês (Japanese Pavilion) in the expansive Ibirapuera Park contains a garden with ornamental trees and […]

Responder
Curando o Déficit de Natureza – Demis Lima 18 de agosto de 2019 - 10:29 am

[…] é o parque mais frequentado da América do Sul. As áreas e construções do parque são o Pavilhão Japonês, Museu de Arte Moderna, Bienal, Museu Afro Brasil, Auditório Ibirapuera, a […]

Responder
GDHTIDTFUJ 19 de agosto de 2019 - 12:40 pm

GFJNT JMN

Responder
Anônimo 22 de agosto de 2019 - 9:21 am

oi

Responder

Deixe um Comentário