Início » Equipamentos » Pavilhão das Culturas Brasileiras

Pavilhão das Culturas Brasileiras

por Redação

O Pavilhão das Culturas Brasileiras no Parque Ibirapuera fica em um edifício de 11 mil metros quadrados parte do conjunto de obras do arquiteto Oscar Niemeyer e abriga um espaço democrático que busca dar visibilidade à cultura do povo brasileiro e suas expressões.

Desde 2007, o Pavilhão vem passando por intervenções arquitetônicas determinadas pela Secretaria Municipal de Cultura e destinadas a livrá-lo das descaracterizações que sofreu no período em que abrigou repartições públicas. Hoje é administrado junto a Oca pelo Departamento de Museus Municipais da Prefeitura de São Paulo.

Breve história do edifício

O edifício nasceu junto ao parque e já deve várias funções. No começo chegou a sediar eventos como a Bienal de Artes de São Paulo (1953) e foi também o Pavilhão dos Estados durante o IV Centenário de São Paulo, quando cedido esporadicamente para exposições. Depois, início da década de 1970, já então batizado de Engenheiro Armando de Arruda Pereira, torna-se sede da Prodam, a Companhia de Processamento de Dados do Município. No fim de 2006, a Prodam muda-se e abre caminho para que o Pavilhão retome sua vocação cultural.

No Plano Diretor do Parque Ibirapuerao edifício foi designado para ser a sede do MAM, buscando liberar a marquise e fazer valer o conjunto do projeto de Niemeyer. Mas, a organização que gere o MAM não se interessou e houve pouca força política e social para levar os planos adiante. Daí, a Secretaria Municipal de Cultura passa então a planejar o uso cultural deste espaço.

Programação do Parque, incluindo o Pavilhão: vide página com a Programação

Site sobre o Pavilhão: Secretária da Cultura